EMPODERAMENTO ATRAVÉS DO RESGATE DA HISTÓRIA NEGRA

Após muitos livros lidos, artigos e conversas com irmãos pretos, cheguei a conclusão de que podemos ter um empoderamento através do resgate da nossa história - mas como assim, Andressa? -, calma que eu te explico.

Nossa história enquanto povo antes da colonização é maravilhosa. E muitas vezes, quando falamos de África, o repúdio das pessoas fica visível aos olhos. Muitos tem uma ideia errada do que era África antes da colonização. O senso comum cai no ideal de que África era tribal. Porém não, e mesmo se fosse, o que tem de tão errado assim? Mas não. África era imperial, mas não imperial como conhecemos no ocidente. África era imperial, com impérios matriarcais, com governos onde as mulheres tinham poder e isso não significava que elas dominavam homens, mas sim que viviam em harmonia enquanto povo. Com problemas como um povo humano, mas em harmonia. Até a chegada dos Europeus. 

E quando digo que o resgate da história preta é algo realmente empoderador, não digo apenas em bases teóricas, digo também por vivência própria. É bom conhecermos nossa história com base nos nossos próprios historiadores. É bom conhecermos nossas filosofias. É bom conhecermos nossos povos pelo ponto de vista africano.

Pensando por esse ponto, eu comecei a gravar uma série de vídeos falando sobre África antes da colonização e tô pesquisando formas de ajudar nosso povo de alguma forma. Talvez uma biblioteca comunitária pro bairro? Talvez um projeto social maneiro pros moleques? Não sei, ainda tô estudando. Mas o primeiro passo foi dado. Por qualquer meio necessário.

Então quero desafiar vocês a uma coisa: Por que não se juntar com um coletivo negro da sua cidade e planejar um projeto maneiro que resgate essa história que há séculos tem sido destruída? Por que não ler mais autores negros? Por que não conhecer nossa própria história?  Por que não buscarmos nossa raiz e afrocentrarmos? Pensem nisso. 


Créditos: Pinterest


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer comentário de cunho ofensivo (preconceituoso, racista, misógino, classicista, elitista, gordofóbico, bifóbico, lesbofóbico, homofóbico ou transfóbico) será devidamente excluído.

Relicário Vasconcelos © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.